Última hora

Última hora

Reino Unido: Partidos apresentaram programas eleitorais

Em leitura:

Reino Unido: Partidos apresentaram programas eleitorais

Tamanho do texto Aa Aa

A campanha das eleições legislativas está em marcha no Reino Unido. Os conservadores estiveram esta quinta-feira em Halifax. A chefe do governo, Theresa May, pediu aos britânicos para lhe darem uma clara maioria parlamentar para reforçar a sua posição nas negociações do Brexit com a União Europeia.

A três semanas do escrutínio, os Tories mantém a liderança nas sondagens e May insiste: “Precisamos mais do que nunca desta liderança forte e estável. Os próximos cinco anos vão ser dos mais desafiantes das nossas vidas. Um período determinante para a nossa nação. Um ponto de viragem para a Grã-Bretanha, que vai determinar o tipo de país que somos e o futuro que queremos deixar às gerações futuras”.

Mas, os trabalhistas têm vindo a conquistar terreno nas intenções de voto, com uma subida de oito pontos, que os coloca agora a 34% nas sondagens. A apresentação do programa do Labour foi significativa para este impulso, com o reposicionamento à esquerda e promessas de renacionalisações em setores como os transportes, a energia ou os correios e aumento da despesa na área social e da saúde.

Os trabalhistas acusam os conservadores de defenderem um “Brexit para a City” e contrapõem “um Brexit para o emprego dos cidadãos”.

Por seu lado, os liberais do Lib Dem prometem um segundo referendo sobre o acordo final do Brexit.

Tim Ferron afirmou num comício: “Alguém tem que ter a última palavra sobre o acordo do Brexit: os políticos ou o povo. Eu acredito que deve ser o povo”.

Para já as sondagens colocam o Lib Dem entre os 7 e os 10% das intenções de voto.