Última hora

Última hora

"Tiro" de Pyongyang faz disparar novas ameaças de sanções

Em leitura:

"Tiro" de Pyongyang faz disparar novas ameaças de sanções

Tamanho do texto Aa Aa

A Coreia do Norte afirma ter lançado a produção em série do novo míssil de médio alcance aparentemente testado com êxito no domingo.

Pyongyang voltou a desafiar as sanções internacionais e mesmo os apelos à calma da China ao lançar um segundo míssil balístico em uma semana, que teria percorrido 500km antes de cair sobre o mar do Japão.

Seul continua, no entanto, a ter dúvidas sobre as capacidades nucleares do país vizinho:

Segundo, Roh Jae-cheon, porta-voz do Comité Conjunto de Chefes de Estados-Maiores:

“A Coreia do Sul e os EUA apuraram que a Coreia do Norte detém informação importante para reforçar a eficácia da sua tecnologia de mísseis através do lançamento de domingo. No entanto, necessitamos de verificar a estabilidade das ogivas nucleares durante a entrada na atmosfera”.

Coreia do Sul, Japão e Estados Unidos afirmam que vão manter a pressão económica e diplomática sobre Pyongyang. Os três países convocaram uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU para terça-feira.

A China, aliada de Pyongyang, lançou um apelo à calma, reiterando a sua oposição aos testes de mísseis do regime comunista.