Última hora

Antes da chegada de Vladimir Poutine ao Palácio de Versalhes, em Paris, a Amnistia Internacional organizou um protesto para denunciar os crimes cometidos contra os homossexuais na Chechénia. A organização de defesa dos direitos humanos pede ao presidente Emmanuel Macron para fazer pressão junto do presidente russo.

Mais vídeos No Comment