Última hora

Em leitura:

G7 Meio Ambiente: saída dos EUA do Acordo de Paris ensombra encontro


Itália

G7 Meio Ambiente: saída dos EUA do Acordo de Paris ensombra encontro

Com a aguardada reunião dos ministros do Ambiente do G7 como pano de fundo, centenas de pessoas desfilaram, este domingo, de forma pacífica, pelas ruas da cidade italiana de Bolonha. Representantes de organizações não-governamentais mas também vários jovens e simpatizantes da causa apelaram, de forma ruidosa, aos líderes mundiais para passarem das palavras aos atos em matéria ambiental. Sempre sobre o olhar atento das forças de segurança.

No encontro, que decorre num hotel afastado do centro histórico da cidade, participam a ministra alemã do ambiente, Barbara Hendricks, mas também os homólogos de França, Nicolas Hulot, do Canadá, Catherine McKenna, de Itália, Gianluca Galletti, e do Japão, Koichi Yamamoto.

A representar o Reino Unido encontra-se a secretária de Estado para o Meio Ambiente, Therese Coffey. Já Scott Pruitt, diretor da Agência para a Proteção do Meio Ambiente (EPA, sigla em inglês) dos Estados Unidos, representa os EUA.

Foram igualmente convidados o comissário europeu do Ambiente, Assuntos Marítimos e Pescas, Karmenu Vella, e o comissário responsável pela Ação Climática e Energia, Miguel Arias Cañete.


A primeira jornada do encontro de dois dias já produziu alguns resultados, pelo menos no entender do ministro italiano do Ambiente, Gianluca Galletti: “Já obtivemos um resultado porque continuamos a falar. A falar em soluções e a encontrar objetivos comuns. Acredito que as posições expressas no início permanecerão idênticas mas acredito também que demos um passo em frente em nome de um diálogo.”

Este domingo, os Estados Unidos reiteraram a intenção, já manifestada pelo Presidente Donald Trump, de sair do Acordo de Paris mas sublinharam a vontade de continuar os esforços para combater as alterações climáticas.

O diretor da Agência para a Proteção do Meio Ambiente (EPA, sigla em inglês) dos Estados Unidos, Scott Pruitt, acabou por abandonar mais cedo o encontro devido a um compromisso.


No final do mês passado, durante a cimeira do G7 na cidade siciliana de Taormina, a questão do clima provocou cisões entre os líderes das sete economias mais desenvolvidas do mundo.

A reunião dos ministros do Ambiente do G7 termina esta segunda-feira.


Kosovo

Ex-guerrilheiros vencem legislativas no Kosovo