Última hora

Última hora

Drama da Torre Grenfell desencadeia protestos em Londres

Em leitura:

Drama da Torre Grenfell desencadeia protestos em Londres

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de mil manifestantes em Downing Street, Londres, este sábado.

Quem protestou este sábado contra a coligação dos conservadores com o Partido Unionista Democrático, da Irlanda do Norte, encontrou-se com os que protestaram contra a actuação do governo face à catástrofe do incêndio de Grenfell.

O número de mortos não é ainda definitivo, fixando-se por agora nos 58.

“Esse número, 58, pode mudar. Espero mesmo que não mude, mas pode aumentar. O nosso foco tem estado naqueles que sabemos que estavam na Torre grenfell. Contudo, pode haver outras pessoas que estivessem lá naquela noite sem que outros soubessem.”, as palavras são do comandante da polícia londrina, Stuart Cundy.

Theresa May recebeu residentes e sobreviventes da Torre Grenfell depois de ter assumido publicamente que os mecanismos governamentais de apoio não foram os mais eficazes e com os protestos a aumentar de tom e a estender-se no tempo.

Se o número de vítimas se ficar pelos 58, este será o incêndio mais mortífero em Londres desde a Segunda Grande Guerra.

A calcinada Torre Grenfell figura agora como o exemplo da raiva contra as autoridades inoperantes e símbolo mortal de uma sociedade profundamente dividida.