Última hora

Última hora

Canal de informação atacado por Trump fala num "dia triste"

O presidente surge num vídeo a bater num homem com a cara tapada com o logotipo do canal.

Em leitura:

Canal de informação atacado por Trump fala num "dia triste"

Tamanho do texto Aa Aa

Com Lusa

O Presidente norte-americano voltou a atacar a comunicação social, com um vídeo na rede social Twitter em que aparece a bater num homem de negócios com a cara tapada com o logotipo do canal televisivo CNN.

O vídeo, cuja autoria se desconhece, foi colocado na conta oficial de Donald Trump.

O canal lamentou, através de um porta-voz, o conteúdo das imagens, considerando que hoje “é um dia triste”, na medida em que “o Presidente dos Estados Unidos encoraja a violência contra repórteres”.

A estação de televisão entende que Trump, que se tem multiplicado em ataques contra os media, em particular os canais de televisão por cabo, tem um “comportamento juvenil muito abaixo da dignidade” que o seu cargo exige.

O assessor da Casa Branca para a segurança interna, Tom Bossert, disse, em declarações à televisão ABC, que o Presidente Donald Trump é “agredido de tal forma” nos canais por cabo que “tem direito a responder”.

O vídeo original é de uma luta, em 2007, quando Trump enfrentou, na qualidade de empresário, o diretor-executivo da empresa de luta livre World Wrestling Entertainment, Vincent McMahon, num combate do espetáculo “A luta dos milionários”.