Última hora

Em leitura:

Riccardo Muti em Teerão para mais um "Caminhos da Amizade"


Irão

Riccardo Muti em Teerão para mais um "Caminhos da Amizade"

A vigésima edição do encontro Caminhos da Amizade, organizado no quadro do Festival de Música Clássica de Ravenna
começou em Teerão este dia 6 de julho. Houve três sessões, desde a manhã até ao início da noite.

O segundo concerto tem lugar em Ravenna, dia 8 de julho, onde se espera a mesma aproximação entre culturas e artistas, unidos pela partilha da herança musical dos clássicos.

A Sala de Concertos Vahdat acolheu músicos vindos de toda a Itália, que tocaram juntos com artistas iranianos, sob a batuta, mais uma vez, do maestro napolitano Riccardo Muti, num repertório dedicado a Verdi.




“Fico feliz com o facto de que, em nome da música, que não conhece fronteiras nem barreiras,
os nossos dois povos, italiano e iraniano, se tenham unido e possam expressar-se juntos,” disse Muti, que dirige também o encontro.

Este ano, a presença de Muti e dos músicos italianos teve um significado especial para os companheiros da Orquestra Sinfónica de Teerão, uma vez que as suas atividades tinham sido banidas pelo então presidente conservador, Mahmoud Ahmadinejad, tendo a proibição sido levantada sob a presidência de Hassan Rouhani.

O encontro Caminhos da Amizade une, desde há duas décadas, gentes e cidades da História Antiga e Contemporânea, como Sarajevo, Beirute e Jerusalém, mas também Nova Iorque.