Última hora

Em leitura:

Roma sob ameaça de racionamento de água


Itália

Roma sob ameaça de racionamento de água

O racionamento de água pode ser uma realidade não tão distante para os habitantes de Roma.
As autoridades italianas ordenaram a paragem imediata da retirada de água do lago Bracciano, na região de Lazio, a 32 quilómetros da capital.

A medida de urgência advém de um período prolongado de seca e entra em vigor a 28 de Julho:

Nicola Zingaretti, governador da região de Lazio, declarou: “Durante meses, semanas, o nível da água tem vindo a descer. Agora esta descida atingiu uma percentagem dramática, que põe em perigo o próprio lago. Então tomámos esta medida que entra em vigor dentro de sete dias.”

Zingaretti chamou às circunstâncias “uma tragédia” e disse ainda que Donald Trump devia ir verificar in loco o resultado do desrespeito por acordos climáticos.

A medida afectará 1 milhão e meio de habitantes. A empresa distribuidora de água procura alternativas para os 8% de água que abastece Roma e que tem origem no lago Bracciano, mas prevê-se que 2017 seja um um dos mais quentes anos de que há registo em Itália.