Última hora

Em leitura:

Atacante de Hamburgo referenciado pela polícia alemã


Alemanha

Atacante de Hamburgo referenciado pela polícia alemã

Conhecido da polícia alemã, referenciado como islamita, mas não como jiadista, atuou sozinho e terá problemas psicológicos. Esta é a informação que se sabe sobre o homem de 26 anos que na sexta-feira matou uma pessoa e feriu outras seis com uma faca num supermercado em Hamburgo, na Alemanha. Estes dados foram confirmados numa conferência de imprensa este sábado, por Andy Grote, ministro do Interior a cidade-estado de Hamburgo.
Os motivos do ataque terão então sido religiosos” mas também serão fruto de alguma falta de estabilidade emocional.

O atacante, que era um requerente de asilo, não podia ser deportado porque não tinha documentos de identificação. De acordo com a polícia, o atacante entrou num supermercado, roubou uma faca de cozinha com uma lâmina de 20 centímetros e lançou-se sobre um homem de 50 anos, que morreu com uma facada. Depois, feriu dois clientes no interior de um estabelecimento comercial.

A seguir, enquanto fugia, aproveitou para ferir mais pessoas em plena rua, tendo sido depois perseguido e controlado por um grupo de pessoas.

Primeiro-ministro japonês apela à solidariedade internacional depois de teste norte-coreano

Coreia do Norte

Primeiro-ministro japonês apela à solidariedade internacional depois de teste norte-coreano