Última hora

Em leitura:

Trump ameaça Pyongyang com "fogo e fúria"


Coreia do Norte

Trump ameaça Pyongyang com "fogo e fúria"

Donald Trump está de férias mas prometeu esta terça-feira à Coreia do Norte reagir com “fogo e fúria como o mundo nunca viu” se Pyongyang continuar a ameaçar os Estados Unidos.

As palavras do Presidente norte-americano têm como pano de fundo o desenvolvimento do arsenal nuclear do regime liderado por Kim Jong-un.

Esta segunda-feira, Pyongyang disse que o agravamento das sanções das Nações Unidas não impedirá a continuidade do desenvolvimento do arsenal nuclear, ameaçando fazer os Estados Unidos pagar pelo “preço do crime cometido mil vezes.”

Em resposta aos testes de mísseis realizados pela Coreia do Norte a 4 e 28 de julho, o Conselho de Segurança da ONU aprovou recentemente, por unanimidade, uma resolução para agravar as sanções contra Pyongyang.

Na prática, prevê-se que as novas e duras sanções reduzam em mil, os três mil milhões dólares anuais que a Coreia do Norte arrecada em receitas resultantes das exportações.

Estão banidas as exportações de carvão, ferro, minério de ferro, chumbo, minério de chumbo e frutos do mar oriundas do país.

A resolução, aprovada no sábado, também proíbe aos países aumentar a contratação de trabalhadores norte-coreanos e de empreender novas alianças empresariais.

Bélgica: Polícia dispara sobre viatura nas ruas de Molenbeek

Bélgica

Bélgica: Polícia dispara sobre viatura nas ruas de Molenbeek