This content is not available in your region

Eleições Angola2017, Lucas Ngonda (FNLA): Unidade nacional e o fim das “cunhas”

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Eleições Angola2017, Lucas Ngonda (FNLA): Unidade nacional e o fim das “cunhas”

<p>O candidato da Frente Nacional de Libertação de Angola (<span class="caps">FNLA</span>) considera que os compadrios “travam o desenvolvimento e a igualdade de oportunidades”. Por isso, se chegar a chefe de Estado, uma das primeiras medidas que vai tomar é acabar com as “cunhas”.</p> <p>Lucas Nbengui Ngonda é professor, sociólogo e o mais velho dos seis candidatos, tendo 77 anos. </p> <p>Debateu-se pela independência de Angola e esta é a segunda vez que se candidata ao mais alto cargo da nação.</p> <p><div style="float: none; clear: both; width: 100%; position: relative; padding-bottom: 56.25%; padding-top: 25px; height: 0;"><br /> <iframe style="position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%;" src="https://www.youtube.com/embed/xKhY-XgpVwo" frameborder="0" allowfullscreen></iframe><br /> </div></p></p> <p>Além do fim dos compadrios, o líder da <span class="caps">FNLA</span> promete acabar com as assimetrias sociais com o objetivo de criar em Angola “uma sociedade harmoniosa”. “Tendo uma sociedade harmoniosa, cada cidadão terá confiança em si próprio e é isso que dá o progresso”, assegura.</p> <p>Ngonda defende ainda que é necessário implementar, no país, um sistema de educação capaz e um sistema de saúde eficiente.</p> <p><a href="http://pt.euronews.com/tag/angola-2017"><img src="https://static.euronews.com/articles/19/01/190154/640x184_bonus-angola-2017.jpg" style="width:100%;"></a></p>