Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Eleições Angola2017, Lucas Ngonda (FNLA): Unidade nacional e o fim das “cunhas”

Eleições Angola2017, Lucas Ngonda (FNLA): Unidade nacional e o fim das “cunhas”
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O candidato da Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA) considera que os compadrios “travam o desenvolvimento e a igualdade de oportunidades”. Por isso, se chegar a chefe de Estado, uma das primeiras medidas que vai tomar é acabar com as “cunhas”.

Lucas Nbengui Ngonda é professor, sociólogo e o mais velho dos seis candidatos, tendo 77 anos.

Debateu-se pela independência de Angola e esta é a segunda vez que se candidata ao mais alto cargo da nação.



Além do fim dos compadrios, o líder da FNLA promete acabar com as assimetrias sociais com o objetivo de criar em Angola “uma sociedade harmoniosa”. “Tendo uma sociedade harmoniosa, cada cidadão terá confiança em si próprio e é isso que dá o progresso”, assegura.

Ngonda defende ainda que é necessário implementar, no país, um sistema de educação capaz e um sistema de saúde eficiente.