This content is not available in your region

Catalunha: Parlamento aprova referendo sobre a independência

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Catalunha: Parlamento aprova referendo sobre a independência

<p>É a corrida ao referendo para os independentistas da Catalunha. O governo assinou a realização da consulta, após uma das jornadas mais estranhas da história do parlamento catalão.</p> <p>A sessão começou com uma agenda normal e a oposição, minoritária, foi apanhada de surpresa, pela proposta de votação do projeto de referendo, com apenas duas horas concedidas aos deputados para apresentarem eventuais emendas ao texto.</p> <p>“Pedimos aos cidadãos do nosso país para decidirem como sentem que é necessário orientar o futuro da Catalunha. Ou por este estatuto de autonomia limitada, ou por um novo caminho como estado independente, na forma de república”, referiu o presidente do parlamento, Carles Puigdemont.</p> <p>A oposição mostrou-se escandalizada e, no momento do voto, os deputados da oposição abandonaram a sala deixando nos respetivos lugares bandeiras espanholas, que uma deputada independentista se apressou a retirar.</p> <p>No final, o decreto que autoriza o referendo foi aprovado por uma larga maioria e assinado logo a seguir pelo presidente.</p> <p>O deputado do Partido Popular (PP) da Catalunha, Santiago Rodriguez, diz que tudo isto não significa nada:</p> <p>“Certamente amanhã estas novas leis passam à história porque, felizmente, a Espanha é um estado de direito. é um país onde as instituições democráticas são eficazes. E, democraticamente, o Tribunal Constitucional, solicitado pelo governo central, suspenderá amanhã todos os acordos que foram alcançados hoje”, afirmou.</p> <p>Mas o governo catalão tem tudo previsto e, logo depois de assinado o decreto, começou a divulgar um vídeo de propaganda eleitoral.</p> <p>A verdade é que o tempo urge. O voto está convovado para 1 de outubro.</p> <p><blockquote class="twitter-tweet" data-lang="fr"><p lang="pt" dir="ltr">Rajoy pede parecer do Conselho de Estado para recorrer da lei do referendo na Catalunha – Jornal de… <a href="https://t.co/lr25YPVAoH">https://t.co/lr25YPVAoH</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/Not%C3%ADcias?src=hash">#Notícias</a> <a href="https://t.co/kog4afa09u">pic.twitter.com/kog4afa09u</a></p>— News JS Portugal (@newsjsPT) <a href="https://twitter.com/newsjsPT/status/905565580689674240">6 septembre 2017</a></blockquote><br /> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p>