Carros elétricos brilham no salão de Frankfurt

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira
Carros elétricos brilham no salão de Frankfurt

<p>Com o fim anunciado dos combustíveis fósseis, que <a href="http://observador.pt/2017/07/06/franca-ate-2040-acabam-os-carros-a-diesel-e-a-gasolina/">podem desaparecer dentro de poucas dezenas de anos ou menos</a>, a indústria automóvel está a virar-se cada vez mais para os carros elétricos. Por isso, este é o prato forte do Salão de Frankfurt deste ano. A Volkswagen aposta numa parceria para o abastecimento.</p> <p>“Começámos uma iniciativa conjunta com a Porsche, a Mercedes, a <span class="caps">BMW</span> e a Ford para construir uma rede de estações de abastecimento nas autoestradas europeias. A instalação vai começar no próximo ano e deve estar terminada em 2020, o mais tardar. É a primeira resposta a uma importante e urgente questão”, conta o presidente executivo da marca, Matthias Mueller.</p> <p><blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">The <a href="https://twitter.com/hashtag/VW?src=hash">#VW</a> premieres at the <a href="https://twitter.com/hashtag/IAA2017?src=hash">#IAA2017</a>: <a href="https://t.co/2By94NLs7P">https://t.co/2By94NLs7P</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/cars?src=hash">#cars</a> <a href="https://t.co/csXRtxSF1w">pic.twitter.com/csXRtxSF1w</a></p>— Volkswagen News (@vwpress_en) <a href="https://twitter.com/vwpress_en/status/907236408598900736">September 11, 2017</a></blockquote><br /> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <p>Se na Volkswagen o Sedric, carro sem condutor, <a href="http://www.lefigaro.fr/automobile/2017/03/10/30002-20170310ARTFIG00199-vw-sedric-quand-l-automobile-ressemble-a-une-cabine-de-telepherique.php">é ainda um protótipo</a> e o <a href="http://www.largus.fr/actualite-automobile/le-volkswagen-id-buzz-confirme-pour-2022-8687394.html">pão de forma elétrico só é lançado daqui a 5 anos</a>, já na <span class="caps">BMW</span> a gama de carros elétricos é uma realidade. Para Ian Robertson, membro do Conselho de Administração, o grupo vai um passo à frente dos concorrentes: “É interessante quando a concorrência diz que daqui a dois ou três anos vão fazer isto ou aquil”. Atrás de nós estão nove modelos elétricos. Este ano pensamos vender 100 mil exemplares, estamos a caminho disso. Podemos dizer que a <span class="caps">BMW</span> está já na próxima fase”, diz Ian Robertson, administrador do grupo.</p> <p><blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">Unveiling the future: the <span class="caps">BMW</span> i Vision Dynamics electrifies the core of the <span class="caps">BMW</span> brand and elevates <a href="https://twitter.com/BMWi"><code>BMWi</a> to a new level. <a href="https://twitter.com/hashtag/BMW?src=hash">#BMW</a> <a href="https://t.co/4zmLDoNQOh">pic.twitter.com/4zmLDoNQOh</a></p>— BMW (</code>BMW) <a href="https://twitter.com/BMW/status/907499129911246848">September 12, 2017</a></blockquote><br /> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <p>Já a Mercedes apresentou aqui o que chama um supercarro, o MG Project One. Com elementos da Fórmula 1, pode ter mil cavalos de potência e chegar aos 350 quilómetros/hora. Os primeiros exemplares já estão encomendados e vão custar dois milhões de euros, cada. Apesar de também estar a entrar no mercado dos carros elétricos, o presidente Dieter Zetche mantém a aposta no Diesel, que garante ser “um combustível limpo”.</p> <p><blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">The <a href="https://twitter.com/hashtag/MercedesAMG?src=hash">#MercedesAMG</a> Project <span class="caps">ONE</span> has been presented at <a href="https://twitter.com/hashtag/MBIAA17?src=hash">#MBIAA17</a> – it produces over 1.000 hp and reaches top speeds beyond 350 km/h. Amazing! <a href="https://t.co/OR0JsTNiAm">pic.twitter.com/OR0JsTNiAm</a></p>— Mercedes-Benz (@MercedesBenz) <a href="https://twitter.com/MercedesBenz/status/907408477756289027">September 12, 2017</a></blockquote><br /> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p>