Última hora

Turquemenistão imparável em casa

O ponto alto do programa da 5ª edição dos Jogos Asiáticos de Recinto Coberto e Artes Marciais é um dos desportos mais antigos do planeta: o belt wrestling.

Em leitura:

Turquemenistão imparável em casa

Tamanho do texto Aa Aa

O ponto alto do programa da 5ª edição dos Jogos Asiáticos de Recinto Coberto e Artes Marciais é um dos desportos mais antigos do planeta: o belt wrestling.

Pela primeira vez, um dos jogos mais populares da Ásia Central faz parte da competição. As regras são fáceis de entender: os atletas tentam atirar ao solo os adversários lutando com um cinto colocado.

A equipa feminina do Turquemenistão já conseguiu mais de cinco medalhas de ouro nesta disciplina, mostrando não ter rival, por agora.

Nasiba Surkieva é a treinadora da equipa feminina do Turquemenistão e uma conhecida lutadora. Na terça-feira conquistou o ouro derrotando uma rival de peso, Perisata Zhakupbekova, do Cazaquistão.

Nasiba diz que fazer os dois trabalhos ao mesmo tempo é um grande desafio: “Por um lado animo e apoio as minhas atletas. Por outro, tenho de me concentrar. As raparigas pedem-me conselhos. Fico nervosa porque quando nos tentamos concentrar é melhor não falarmos com ninguém, porque se perde o estado de espírito que procuramos. Apesar de tudo consigo gerir a situação.”

Zuhra Madraimova é uma grande lenda do Turquemenistão. Na terça-feira também colocou o ouro ao peito.

“Senti um apoio muito forte de todas as pessoas, da minha família, dos meus amigos. Sinto-me feliz porque sei que o ouro é meu”, disse, à Euronews, Madraimova.

A jogar em casa, o Turquemenistão tem-se mostrado imparável, somando já mais de cem medalhas no conjunto.