This content is not available in your region

Tillerson desmente conflito com Trump

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Tillerson desmente conflito com Trump

<p>O secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, afirmou que nunca pensou em demitir-se do cargo de chefe da diplomacia do Presidente Donald Trump, considerando “erróneas” as notícias nesse sentido avançadas pela cadeia <span class="caps">NBC</span> News. </p> <p>Tillerson, no entanto, não desmentiu que tenha chamado “imbecil” a Trump no final de uma reunião, a 20 de julho, no Pentágono.</p> <p>“Não lidamos com esse tipo de disparates mesquinhos”, respondeu Tillerson sobre essa matéria, que também constava da notícia da <span class="caps">NBC</span> News. “Simplesmente não farei parte desse esforço para dividir esta administração”, concluiu Tillerson.</p> <p>De acordo com a <span class="caps">NBC</span> News, Tillerson apelidou Donald Trump de “imbecil” [moron] após uma reunião em julho no Pentágono, ameaçando demitir-se devido a divergências graves com o Presidente dos Estados Unidos. </p> <p>A cadeia de televisão norte-americana, que citou vários altos responsáveis norte-americanos, acrescentou que o vice-Presidente Mike Pence acalmou a situação, encontrando-se com o chefe da diplomacia poucos dias depois da reunião de 20 de julho para lhe pedir para que este demonstrasse mais respeito para com Trump.</p> <p>Ainda não está claro se Donald Trump foi posto ao corrente do insulto, lançado por Tillerson perante outras figuras da administração norte-americana e elementos da equipa de Segurança Nacional do Presidente. A <span class="caps">NBC</span> noticiou que Mike Pence e outras figuras da administração também insistiram com Rex Tillerson para que este não de demitisse.</p> <p>Na segunda-feira, um dos conselheiros mais próximos de Rex Tillerson, R.C. Hammond, afirmou à agência francesa <span class="caps">AFP</span> que não havia “qualquer crise” entre o chefe da diplomacia e o Presidente, na sequência de mais um diferendo público, desta vez sobre a Coreia do Norte.</p> <p>No domingo, numa série de ‘tweets’, Donald Trump pareceu desautorizar Rex Tillerson, a quem se dirige como o seu “maravilhoso Secretário de Estado”, quando este revelou publicamente a existência de “canais de comunicação” com Pyongyang que visam “sondar” as intenções do regime quanto ao seu programa nuclear.</p> <p>“Ele está a perder o seu tempo a negociar”, escreveu Trump. “Guarda a energia Rex, faremos o que temos de fazer”, concluiu.</p> <p>Minutos depois de Tillerson ter falado hoje no Departamento de Estado, Trump escreveu na rede social Twitter o que parece ser uma mensagem de apoio ao seu secretário de Estado, na prática o quarto homem na hierarquia da administração norte-americana.</p> <p>“A <span class="caps">NBC</span> News é #FakeNews e mais desonesta até que a <span class="caps">CNN</span>. São uma vergonha para o bom jornalismo. Não admira que a audiência das suas notícias esteja tão baixa!”, escreveu Trump.</p> <p>(Com Lusa)</p>