Última hora

Tensão na Catalunha ensombra comemorações do Dia Nacional de Espanha

Ao longo da jornada registaram-se confrontos em Barcelona

Em leitura:

Tensão na Catalunha ensombra comemorações do Dia Nacional de Espanha

Tamanho do texto Aa Aa

As comemorações do Dia de Festa Nacional de Espanha foram ensombradas pelo clima de tensão que se vive no país por causa da situação na Catalunha.

Milhares de pessoas desfilaram pelas ruas de Barcelona para se manifestarem, em uníssono, em nome da unidade territorial.

“Na Catalunha, há muitos anos que se não se pensa como os nacionalistas não se faz parte do grupo, da tribo. Estou a reivindicar a liberdade, a vontade de ser espanhol, catalão e europeu. A bandeira mostra-o. No fim de contas é um ato de rebeldia contra o Governo regional catalão”, sublinhou Aleix Ortega, um manifestante pró-unidade.

Xavi Sanchez, que também defende a unidade, acrescentou: “Estamos habituados a este jogo do Governo regional, de fazer e não fazer, de proclamar e não proclamar. Queremos apenas que se cumpra a lei
e se respeitem as regras do jogo: a Constituição e o Estado de Direito.”

A meio da jornada várias cadeiras voaram literalmente pelo ar na sequência de confrontos registados na capital catalã.

Ao que tudo indica as pessoas envolvidas pertencem a grupos radicais de extrema-direita com ligação ao mundo do futebol. Acabaram por ser dispersadas pela polícia.

No centro de Madrid, o desfile militar do 12 de outubro, presidido pelos reis, terminou com sabor amargo. Um avião militar caiu próximo da base aérea de Los Llanos, perto de Albacete, quando regressava da parada. O piloto morreu.