Última hora

Última hora

Mulher de casal raptado cinco anos foi violada e o filho assassinado

Em leitura:

Mulher de casal raptado cinco anos foi violada e o filho assassinado

Mulher de casal raptado cinco anos foi violada e o filho assassinado
Tamanho do texto Aa Aa

A última etapa de uma viagem que levou um casal canadiano-norte-americano aos horrores de um sequestro de 5 anos por parte dos guerrilheiros Haqqni, um grupo ligado aos Talibãs, no Afeganistão. Caitlan Coleman e Joshua Boyle chegaram ao aeroporto de Toronto esta sexta-feira à noite.

Em cativeiro tiveram 4 filhos, um foi assassinado.

“A estupidez e maldade do rapto da rede Haqqani de um peregrino e da sua esposa grávida, envolvida em ajudar aldeões comuns em regiões controladas por talibãs do Afeganistão, foram ofuscadas pela estupidez e maldade de autorizarem o assassinato da minha filha menor “mártir Boyle”, e a estupidez e a maldade da violação subsequente da minha esposa, não como uma ação solitária de um guarda, mas auxiliada pelo capitão da guarda e supervisionada pelo comandante Abu Hajjar da rede Haqqani”, declarou Boyle, no aeroporto.

O casal foi libertado pelas forças paquistanesas depois de uma informação dos serviços de inteligência dos estados Unidos. Ma altura do seu repatriamento, Joshua Boyle, canadiano, recusou encontrar num avião militar norte-americano. De acordo com o pai, a recusa prendeu-se com o facto de o avião ter como destino a base militar de Bagram. A primeira mulher de boyle era Zaynab Khadr, irmã de um detido de Guantánamo.