Última hora

Última hora

Demasiado ousado para o Louvre

O Louvre explicou que apesar da obra expor de forma lúdica e artística a dominação do homem sobre o planeta Terra, é impossível ignorar a sua conotação sexual

Em leitura:

Demasiado ousado para o Louvre

Tamanho do texto Aa Aa

É demasiado para o Louvre mas é engraçado para o Centro Pompidou, que recebe agora a polémica instalação “Domestikator”.
A mudança acontece depois das várias críticas do público, que considera que a obra é sexualmente explícita.
O autor, Joep Van Lieshout, lamenta a decisão do Louvre:

“ Primeiro fiquei surpreendido e depois desapontado por não poder mostrar o meu trabalho e explicar as minhas ideias ao grande público. Não penso que seja demasiado explícito sexualmente e não sei o que fazer para contrariar essa ideia. Chama-se Domestikator e tem a ver com domesticação que, na verdade, é uma coisa positiva. Tem a ver com a forma como os humanos começaram a usar os animais na agricultura para melhorarem as suas vidas, sobre a revolução industrial…”

Com 12 metros de altura e formada por material reciclável, a instalação chegou a Paris para participar na Feira Internacional de Arte Contemporânea. Em comunicado, o Louvre explicou que apesar da obra expor de forma lúdica e artística a dominação do homem sobre o planeta Terra, é impossível ignorar a sua conotação sexual.