Última hora

Última hora

Londres sobe taxa sobre poluição no centro da cidade

Desde 2003, Londres tem ativa uma taxa sobre veículos poluidores no centro da cidade. A partir de segunda-feira, a taxa aumentou em mais de dez euros, chegando agora aos quase 25 euros.

Em leitura:

Londres sobe taxa sobre poluição no centro da cidade

Tamanho do texto Aa Aa

Segunda-feira, 23 de outubro, 7 horas da manhã em Londres.

É a data da instauração da taxa de pouco menos de 25 euros para entrar no centro londrino com um carro anterior a 2006, correspondente à categoria pré-Euro 4. Ou seja, os veículos mais poluidores, onde se englobam os carros a gasóleo, apesar do aconselhamento dos Transportes de Londres para que os proprietários de veículos anteriores a 2008 verifiquem o enquadramento, ou não, na medida.

São mais onze euros e 24 cêntimos sobre a taxa de congestão, também chamada taxa de toxicidade, paga na capital inglesa desde 2003.


Sadiq Khan, que preside o município, disse querer preparar Londres enquanto zona de emissão ultra-baixa, a ser iniciada em abril de 2019 e afirmou a necessidade do reforço da medida restritiva, enunciando problemas de saúde com origem na baixa qualidade do ar:

“O ar em Londres é um assassino. Por ano mais de 9 mil residentes morrem prematuramente por causa da má qualidade do ar, há crianças com pulmões subdesenvolvidos, adultos que sofrem de doenças como asma, demência ou enfartes.

A medida atinge perto de 34 mil dos cerca de 535 mil carros que entram no centro londrino por mês num incentivo para a aquisição de modelos menos poluentes, sem um programa de substituição paralelo à taxa de congestão, e o objetivo anunciado pelo governo conservador de suspender em definitivo as vendas de veículos a gasóleo em 2040.


A zona em que os carros abrangidos pela taxa de poluição cobre Londres desde a estação de King’s Cross até este de Hyde Park, oeste da Torre de Londres e norte de Elephant e Castle. A taxa pode ser reduzida em cerca de um euro se o proprietário do veículo se registar para a pagar automaticamente, tal como se se for residente nas áreas londrinas afetadas pela medida.