Última hora

Última hora

Conservadores são favoritos à vitória nas legislativas

Governo liderado por Bjarni Benediktsson durou apenas nove meses. Caiu por causa de apoio dado pelo pai de Benediktsson a um amigo pedófilo.

Em leitura:

Conservadores são favoritos à vitória nas legislativas

Tamanho do texto Aa Aa

O Partido da Independência do primeiro-ministro conservador da Islândia terá conseguido a maioria dos votos nas eleições legislativas deste sábado.

Com cerca de metade dos boletins por apurar, os resultados indicam que Bjarni Benediktsson obtém 24,5% dos votos, conquistando 16 lugares no Parlamento, menos cinco do que aqueles que detém agora.

Benediktsson terá de encontrar novos parceiros para conseguir Governar.

Fora dessa coligação estará o movimento Esquerda-Verdes. A formação liderada por Katrin Jakobsdottir, aparece em segundo lugar, com 17,7% dos votos e conquista 11 lugares do Althingi.

Na madrugada deste domingo, Jakobsdottir não afastou a possibilidade de cooperação com o Partido do Centro, do antigo primeiro-ministro, Sigmundur David Gunnlaugsson, que obtém 10% dos votos.

Esta é a segunda vez que os islandeses elegem o Parlamento, no espaço de um ano.

O primeiro-ministro anunciou, em setembro a antecipação das eleições depois de o partido centrista Futuro Radioso ter anunciado que retirava o apoio parlamentar ao Governo de coligação, formado em janeiro.