Última hora

Última hora

Paulo Sousa confirmado como treinador do Tianjin Quanjian

Português sucede a Fabio Cannavaro, que poderá estar de regresso ao Guangzhou Evergrande, do qual acaba de se despedir Scolari como tricampeão chinês.

Em leitura:

Paulo Sousa confirmado como treinador do Tianjin Quanjian

Tamanho do texto Aa Aa

Paulo Sousa foi confirmado esta segunda-feira como sucessor do italiano Fabio Cannavaro no lugar de treinador do Tianjin Quanjian, anunciou o terceiro classificado da Liga chinesa, que encerrou a temporada no último fim de semana.

Sem clube desde o final da época passada, quando deixou a Fiorentina, o treinador português, de 47 anos, coloca assim fim às especulações de que estaria a negociar o regresso à Série A com o AC Milan.

O Tianjin Quanjian avançou para Paulo Sousa depois de ter aceitado o pedido de desvinculação de Cannavaro.


“Após a solicitaçao submetida por Fabio Cannavaro e na sequência de uma negociação entre ambas as partes, o Tiajin Quanjian acordou a não continuidade do senhor Cannavaro como treinador principal do clube”, lê-se num comunicado, onde o resultado do trabalho do italiano, de 44 anos, é descrito como “grande sucesso”, tendo “alcançado os objetivos do clube tanto em 2016 como em 2017.”

Com a anunciada saída voluntária do brasileiro Luiz Felipe Scolari do tricampeão Guangzhou Evergrande, Cannavaro é agora apontado como estando de regresso ao clube onde passou já sete meses como treinador principal após a saída do compatriota Marcello Lippi e antes da chegada do antigo selecionador de Brasil e Portugal.

“Felipão” não aceitou renovar pelo Evergrande embora tenha revelado que o seu futuro imediato poderá continuar a passar pela China.