Última hora

Última hora

Grupo Estado Islâmico reivindica atentado contra estação de TV em Cabul

Em leitura:

Grupo Estado Islâmico reivindica atentado contra estação de TV em Cabul

Tamanho do texto Aa Aa

O grupo Estado Islâmico reivindicou o atentado que provocou pelo menos dois mortos numa estação de televisão de Cabul.

Três homens armados, disfarçados de polícias, tinham irrompido nas instalações da Shamshad TV, abrindo fogo sobre os trabalhadores e ferindo ainda 20 pessoas.

O exército demorou cerca de três horas a pôr fim ao ataque, iniciado com o lançamento de granadas sobre os agentes de segurança à entrada do edifício.

O canal retomou de imediato a emissão, com o apresentador a surgir em estúdio com ligaduras nas mãos, após sobreviver ao tiroteio.

O atentado ocorre no mesmo dia em que a NATO anunciou a mobilização de mais 3 mil soldados (oficialmente apenas formadores) para auxiliar o exército afegão a combater os talibãs e o ‘Daesh”, quando os militares do país controlam atualmente apenas dois terços do território. A decisão da NATO deverá elevar de 13 mil para 16 mil o número de militares estrangeiros destacados no Afeganistão.