Última hora

Última hora

Casa da Arquitectura: uma casa para todos

Em leitura:

Casa da Arquitectura: uma casa para todos

Tamanho do texto Aa Aa

O antigo Quarteirão da Real Vinícola de Matosinhos foi totalmente reabilitado para acolher acervos de arquitectos mais ou menos conhecidos, conferências e exposições

“Não é a casa dos arquitectos, é a Casa da Arquitectura “. A frase é de Guilherme Pinto, antigo autarca de Matosinhos, que morreu em janeiro deste ano.
É com este mote que abre portas em Matosinhos, o centro português desta forma de arte, instalado num edifício que estava abandonado há mais de 80 anos com mais de 100 anos de história.

O antigo Quarteirão da Real Vinícola de Matosinhos foi totalmente reabilitado para acolher acervos de arquitectos mais ou menos conhecidos, conferências e exposições.

A primeira delas é PODER ARQUITECTURA .
São 36 projetos que mostram esta relação e que impacto têm sobretudo nas pessoas.


Nos três dias de inauguração, o convite foi feito a profissionais, especialistas e verdadeiros leigos na matéria.

Todo o processo que envolve a criação de uma obra de arquitectura é explicado, sobretudo através do vasto acervo . Contabilizam-se mais de 500 maquetes, painéis, desenhos, projetos, serigrafias de grandes nomes da Arquitectura como os prémios Pritzker Paulo Mendes da Rocha, Souto Moura e Álvaro Siza.

E o objetivo é também colocar cada vez mais o nome da arquitectura portuguesa no panorama internacional.