Última hora

Última hora

A nova era de Emmerson Mnangagwa

A preparar-se para suceder a Robert Mugabe na presidência, Mnangagwa exortou os zimbabueanos para trabalharem em conjunto

Em leitura:

A nova era de Emmerson Mnangagwa

Tamanho do texto Aa Aa

Emmerson Mnangagwa, que regressou esta quarta-feira ao Zimbabué, acredita que o país está a entrar numa nova era.

A preparar-se para suceder a Robert Mugabe na presidência, Mnangagwa exortou os zimbabueanos para trabalharem em conjunto para conseguirem recuperar aquela que já foi considerada uma das mais promissoras economias de África.

“Testemunhamos, hoje, o início de uma nova democracia para o nosso país… Ninguém é mais importante do que o outro. Somos todos zimbabueanos. Queremos desenvolver a nossa economia, queremos paz no nosso país, queremos empregos, empregos, empregos no nosso país”, afirma o futuro presidente.


A editora-chefe adjunta da Africanews, Raziah Athman, analisa a situação política no Zimbabué.

“A maioria dos zimbabueanos está à procura de uma nova liderança, porém, será realmente uma nova liderança uma vez que Emmerson Mnangagwa foi nomeado pela ZANU-PF para ser uma espécie de presidente de transição, esteve no partido, foi aliado de Mugabe e tem, também, um passado maculado? Com este novo presidente, há a esperança de que haverá o levantamento das sanções da União Europeia e dos Estados Unidos da América. A maioria dos zimbabueanos espera que essa nova liderança faça o país avançar”.