Última hora

Última hora

Os combates intensificam-se no Iémen

Os rebeldes hutis do Iémen anunciaram o lançamento de um míssil cruzeiro contra um complexo nuclear em construção nos Emirados Árabes Unidos, num fim-de-semana de itensos combates na região da cidade de Saana, a capital do país.

Em leitura:

Os combates intensificam-se no Iémen

Tamanho do texto Aa Aa

Os rebeldes hutis do Iémen lançaram este domingo um míssil em direção a um complexo nuclear em construção nos Emirados Árabes Unidos. O comando militar do movimento xiita anunciou o lançamento e divulgou imagens, mas o governo dos Emirados nega

O porta-voz das forças hutis, Abdel Aziz Rashed, afirma: “Fizémos um lançamento do tipo míssil-cruzeiro em direção a um alvo militar importante para a coordenação militar interna dos Emirados. O ex-presidente, Ali Saleh e as suas milícias, querem criar a divisão dentro do Iémen, apesar de não serem capazes de sustentar nem militarmente, nem politicamente nem economicamente o país".

Este fim de semana os combates intensificaram-se na cidade de Saana, a capital do país, com um balanço de pelo menos 40 mortos. Houve bombardeamentos a vários pontos estratégicos das posições hutis, nomeadamente a embaixada iraniana no Iémen.

Por seu lado, os hutis atacaram as resiências de líderes tribais favoráveis ao governo.

A agência noticiosa Jabar, que apoia a coligação internacional contra os hutis, informou que o sultanato de Omã está a tentar uma medidação para pôr fim aos confrontos, mas não avançou mais detalhes.