Última hora

Última hora

Obama e Hidalgo juntos pelo clima

O ex-presidente norte-americano acolheu a Presidente da Câmara de Paris, num encontro de autarcas dos EUA contra as decisões de Donald Trump sobre os acordos climáticos.

Em leitura:

Obama e Hidalgo juntos pelo clima

Tamanho do texto Aa Aa

Barack Obama foi a estrela deste encontro, em Chicago, de presidentes de câmara norte-americanos unidos contra as mudanças climáticas, em que a líder do município de Paris, Anne Hidalgo, foi também convidada especial. Foi assinada uma carta em que as cidades presentes se comprometem a continuar a lutar contra as mudaças climáticas. Depois de Donald Trump ter tirado os Estados Unidos do Acordo de Paris sobre o clima, cabe agora aos dirigentes locais apostar em cidades verdes para reverter a poluição e os efeitos que está a ter - furacões, incêndios e inundações, cada vez mais comuns e fora de tempo.

Point of view

A boa noticia é que o acordo de Paris nunca pretendeu resolver sozinho a questão do clima. Isso pertence a cada um de nós

Barack Obama Ex-Presidente dos EUA

O ex-presidente deixou um estímulo: "Os Estados Unidos são agora o único país no mundo que não pertence ao acordo de Paris e isso é uma posição difícil de defender. A boa noticia é que o acordo de Paris nunca pretendeu resolver sozinho a questão do clima. Isso pertence a cada um de nós", disse.

Cidades de todo o mundo estão a empreender um esforço para introduzir energias verdes e ir, gradualmente, cortando as fontes de poluição. Apesar da retirada do Acordo de Paris, é o que estão a fazer várias administrações locais nos Estados Unidos, incluindo a nível estadual. No mundo inteiro, há muito ainda por fazer. Em França, por exemplo, um relatório publicado esta quarta-feira diz que os investimentos na energia estão 20 a 40 mil milhões de euros aquém do que deveriam ser.