Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Obama e Hidalgo juntos pelo clima

Obama e Hidalgo juntos pelo clima
Tamanho do texto Aa Aa

Barack Obama foi a estrela deste encontro, em Chicago, de presidentes de câmara norte-americanos unidos contra as mudanças climáticas, em que a líder do município de Paris, Anne Hidalgo, foi também convidada especial. Foi assinada uma carta em que as cidades presentes se comprometem a continuar a lutar contra as mudaças climáticas. Depois de Donald Trump ter tirado os Estados Unidos do Acordo de Paris sobre o clima, cabe agora aos dirigentes locais apostar em cidades verdes para reverter a poluição e os efeitos que está a ter - furacões, incêndios e inundações, cada vez mais comuns e fora de tempo.

A boa noticia é que o acordo de Paris nunca pretendeu resolver sozinho a questão do clima. Isso pertence a cada um de nós

Barack Obama Ex-Presidente dos EUA

O ex-presidente deixou um estímulo: "Os Estados Unidos são agora o único país no mundo que não pertence ao acordo de Paris e isso é uma posição difícil de defender. A boa noticia é que o acordo de Paris nunca pretendeu resolver sozinho a questão do clima. Isso pertence a cada um de nós", disse.

Cidades de todo o mundo estão a empreender um esforço para introduzir energias verdes e ir, gradualmente, cortando as fontes de poluição. Apesar da retirada do Acordo de Paris, é o que estão a fazer várias administrações locais nos Estados Unidos, incluindo a nível estadual. No mundo inteiro, há muito ainda por fazer. Em França, por exemplo, um relatório publicado esta quarta-feira diz que os investimentos na energia estão 20 a 40 mil milhões de euros aquém do que deveriam ser.