Última hora

Última hora

Rússia diz que a missão na Síria chegou ao fim

Em leitura:

Rússia diz que a missão na Síria chegou ao fim

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia deu por concluída a missão na Síria. O anúncio foi feito pelo chefe do Estado-Maior do Exército russo e justificado com a destruição das últimas posições do autoproclamado Estado Islâmico no nordeste do país. Ações que garante foram coordenadas com as milícias curdas e as forças governamentais sírias.

''A missão das forças armadas russas para derrotar as unidades da organização terrorista Estado Islâmico instaladas na Síria está terminada. O território foi libertado dos militantes que pertencem a essa organização" afirma Sergei Rudskoi.

Moscovo lançou os primeiros ataques aéreos no país em setembro de 2015. Uma intervenção polémica e considerada, por muitos, como uma tentativa para silenciar os opositores de Bashar Al-Assad, um aliado de Vladimir Putin.

A ofensiva diplomática prossegue em Genebra, mas o enviado especial da ONU para a Síria e patrocinador do processo negocial tem dúvidas sobre intenções das partes envolvidas.

''É preciso avaliar o comportamento de ambos os lados, do governo e da oposição, em Genebra. E, com base nisso, decidiremos, tal como dissemos no Conselho da ONU, se estão a construir ou a boicotar o processo de Genebra" refere Staffan de Mistura.

A mais recente ronda de negociações - a oitava - visa acabar com uma guerra que se arrasta há mais de seis anos e que já provocou mais de 350 mil mortos.