Última hora

Última hora

Puigdemont apela ao voto para acabar com o medo

Em leitura:

Puigdemont apela ao voto para acabar com o medo

Tamanho do texto Aa Aa

As eleições de 21 de dezembro para o parlamento catalão passam obrigatoriamente por Bruxelas e foi a partir capital belga que o presidente deposto, e novamente candidato ao cargo, Carles Puigdemont, se dirigiu aos seus apoiantes na Catalunha.

Para o antigo líder do governo regional, só existe um caminho a seguir:

"Se queremos um estado independente, votemos. Votemos como um estado independente e com a mentalidade de um estado independente. Juntemo-nos para derrotar o pessimismo, para derrotar a obscuridão do artigo 155 e expulsar o medo das nossas ruas."

Apesar do entusiasmo independentista, as sondagens têm revelado um equilíbrio de forças com ligeira vantagem para o Cidadãos, partido anti-independência, mas mais deputados para os independentistas.

Entre os apoiantes de Puigdemont, o receio é que mesmo que os partidos pró-independência consigam maioria absoluta, o estado espanhol continue a aplicar o artigo 155 e a situação não possa avançar.

A verdade é que uma eventual maioria absoluta de qualquer um dos blocos é um cenário cada vez mais improvável e tudo indica que o futuro próximo da Catalunha seja marcado por um impasse político.