Última hora

Última hora

Casa Branca confirma partilha de informações com Moscovo

CIA terá ajudado serviços secretos russos, FSB, a impedir atentado em São Petersburgo.

Em leitura:

Casa Branca confirma partilha de informações com Moscovo

Tamanho do texto Aa Aa

Os Serviços Federais de Segurança Russos divulgaram imagens do momento em que foi desmantelada uma operação cujo objetivo seria um ataque suicida contra uma Igreja, a ter lugar no sábado, em São Petersburgo.

A operação foi possível graças a informações fornecidas plos Estados Unidos. Os detidos são alegados apoiantes dos jiadistas do autoproclamado Estado Islâmico. Foram apreendidos explosivos, armas e documentos relacionados com o Daesh. 

A Casa Branca emitiu um comunicado depois do anúncio feito por Moscovo. Foi confirmada uma conversa telefónica entre Donald Trump, o presidente dos Estados Unidos e Vladimir Putin, líder  da Federação Russa.

Putin terá agradecido ao presidente Trump o trabalho da CIA, que impediu um ataque jiadista na segunda maior cidade russa.

O Kremlin diz que os jiadistas planeavam atacar a Catedral de Kazansky, para além de zonas do centro de São Petersburgo particularmente movimentadas.

O presidente russo acrescentou que, se Moscovo conseguir informações sobre o risco de ataques jiadistas nos Estados Unidos ou contra os cidadãos do país, as autoridades transmitirão de imediato a informação a Washington.