Última hora

Última hora

Puigdemont: "De que está à espera Rajoy?"

Em leitura:

Puigdemont: "De que está à espera Rajoy?"

Tamanho do texto Aa Aa

Foi como um Presidente em funções que Carles Puigdemont se dirigiu, este sábado, aos catalães e ao mundo através das redes sociais. A mensagem do ex-Presidente da Generalitat catalã na véspera da passagem de ano novo ficou marcada por elogios, críticas e apelos. Destituído após a declaração da independência a 27 de outubro, Puigdemont desafiou o Governo espanhol a reconhecer os resultados das eleições autonómicas antecipadas e a libertar os prisioneiros políticos.

"A democracia falou mais alto. Todos tiveram o direito a expressar a opinião. De que está à espera o Presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy, para aceitar os resultados e a vontade dos catalães? Em 2018, o discurso do Presidente regional catalão vai ser feito como deve ser, ou seja, a partir da sede do Governo" afirmou.

Na mensagem de sete minutos gravada a partir de Bruxelas, Puigdemont felicitou, ainda, os catalães pela adesão às urnas e pela forma pacífica como decorreu o escrutínio. Um povo que classificou de "maduro."

O partido Ciudadanos foi o mais votado, mas as formações independentistas — Juntos Pela Catalunha, Esquerda Republicana da Catalunha e Candidatura de União Popular — conseguiram renovar a maioria parlamentar.

A sessão constitutiva do parlamento regional da Catalunha está agendada para 17 de janeiro.