Última hora

Última hora

Visita de líder da Sérvia à Croácia tenta fechar feridas da guerra

Em leitura:

Visita de líder da Sérvia à Croácia tenta fechar feridas da guerra

© Copyright :
REUTERS/Antonio Bronic
Tamanho do texto Aa Aa

Num clima de alguma tensão, o Presidente da Sérvia iniciou, segunda-feira, uma visita de dois dias à Croácia. Aleksander Vucic sabe que precisa de melhorar as relações com este vizinho, que já é membro da União Europeia, para poder conduzir o seu próprio país ao clube comunitário.

Por seu lado, a Presidente da Croácia, Karolina Grabar-Kitarocic, afirmou que "infelizmente, as relações entre a Sérvia e a Croácia são difíceis devido ao peso do passado". 

"Não falámos hoje sobre o passado, que ainda nos impede de classificar as relações entre os dois países como amigáveis. Mas é nossa obrigação, como Presidentes que foram eleitos pelas suas populações, que conversemos para tentar encontrar terreno comum e resolver as questões que nos dividem", acrescentou Karolina Grabar-Kitarocic.

Cerca de mil pessoas manifestaram-se contra a visita, recordando as feridas abertas entre as duas das repúblicas da ex-Jugoslávia, que se enfrentaram numa guerra entre 1991 e 1995.

Os dois Presidentes prometem dialogar ao longo dos dois próximos anos para resolver questões de fronteira, antes de pedirem a intervenção de um tribunal internacional.

Os líderes decidiram, ainda, intensificar o trabalho para encontrar pessoas desaparecidas durante a guerra e melhorar os direitos das minorias.

Ao nível económico, um fórum empresarial vai tentar fortalecer as trocas entre os dois países.