Última hora

Última hora

Croácia quer entrar no espaço Schengen em 2020

Na visita às instituições europeias, em Bruxelas, quarta-feira, o primeiro-ministro da Croácia, Andrej Plenković, prometeu trabalhar para que o mais jovem Estado-membro possa integrar, em breve, o espaço Schengen de livre circulação e a moeda única.

Em leitura:

Croácia quer entrar no espaço Schengen em 2020

© Copyright :
REUTERS/Vincent Kessler
Tamanho do texto Aa Aa

Desde 2013 na União Europeia, a Croácia quer pertencer ao círculo mais integrado dos Estados-membros, passando a fazer parte do espaço Schengen de livre circulação de pessoas, bens, serviços e capitais, o mais rapidamente possível.

Point of view

"O nosso plano é que todos os critérios técnicos sejam atingidos em 2019"

Andrej Plenković Primeiro-ministro de Croácia

"O objetivo do meu governo é que a Croácia entre no espaço Schengen o mais tardar durante a presidência croata do Conselho Europeu, no primeiro semestre de 2020. O nosso plano é que todos os critérios técnicos sejam atingidos em 2019, para podermos aguardar a aprovação política de nossos parceiros", disse, à euronews, Andrej Plenković, primeiro-ministro do país, em visita às instituições europeias, em Bruxelas, quarta-feira.

Outro grande objetivo é passar a usar o euro. Além disso, o país promete melhorar as relações com os países vizinhos dos Balcãs Ocidentais que querem entrar na União, tais como a Sérvia.

"A reconciliação faz parte de todo o projeto europeu. Estamos a trabalhar em equipa nesse sentido, incluindo em temas tais como localizar pessoas desaparecidas na guerra, proteger as minorias, resolver diferendos sobre a fronteira. Há muitas questões que ainda não são consensuais entre vários países que pertenciam ao território da ex-Jugoslávia", acrescentou o chefe de governo.

Numa visita algo tensa à Croácia, esta semana, o Presidentes da Sérvia prometeu dialogar ao longo dos dois próximos anos para resolver estas questões, antes de pedirem a intervenção de um tribunal internacional.