Última hora

Última hora

Milhares de pessoas assinalam três anos da morte de Boris Nemtsov

Em leitura:

Milhares de pessoas assinalam três anos da morte de Boris Nemtsov

Tamanho do texto Aa Aa

Em Moscovo, milhares de pessoas assinalaram os três anos da morte de Boris Nemtsov, o líder da oposição russa que foi morto a tiro perto da Praça Vermelha.

Nemtsov era uma dos maiores críticos de Vladimir Putin. O Kremlin negou qualquer envolvimento neste caso, afirmando que o assassinato foi uma provocação para atingir Vladimir Putin e dar força aos opositores.

Ilya Yashin, membro da oposição russa e um dos organizadores da marcha, sublinhou os principais motivos que deram origem ao protesto.

"Em primeiro lugar, estamos aqui para honrar a sua memória. Depois, para pedir responsabilidades pelos mentores deste assassinato. Quem matou está na prisão, mas quem mandou matar está em liberdade e, provavelmente, em lugares de topo. Finalmente, estamos aqui para mostrar solidariedade com as ideias pelas quais Nemtsov lutou e que, provavelmente, lhe custaram a vida".

A marcha, que acontece a três semanas das presidenciais no país, contou com a presença de vários candidatos às presidenciais de 18 de março.

Também presente esteve Alexei Navalny, o principal rival de Vladimir Putin que foi proibido de concorrer às eleições.