Última hora

Última hora

"Venham me pegar", diz Lula - Ex-presidente não se entrega no prazo previsto

Em leitura:

"Venham me pegar", diz Lula - Ex-presidente não se entrega no prazo previsto

Tamanho do texto Aa Aa

Terminou às 21 horas (hora portuguesa) o prazo dado pela justiça para que Lula da Silva se entregasse, sem que o ex-presidente o tenha feito. Entretanto, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) confirmou a rejeição do "Habeas Corpus" que tinha sido interposto pela defesa do ex-presidente, alegando a ilegalidade e inconstitucionalidade do mandado de prisão emitido pelo juiz federal Sérgio Moro. O pedido foi negado pelo próprio juiz Felix Fischer, principal relator do caso "Lava Jato".

Lula continua refugiado na sede do Sindicato dos Metal´´urgicos, em São Paulo. Em declarações a um aliado, citado pelo jornal "Estado de São Paulo" (Estadão), o ex-presidente confirmou que não se vai render e têm de ser as autoridades a ir buscá-lo. Milhares de apoiantes estão concentrados junto ao edifício. Ainda segundo o Estadão, a polícia está a negociar com a defesa de Lula as condições para uma rendição do ex-presidente. Lula terá dito que não oferece resistência se a polícia o for prender, mas que não sai do edifício do sindicato por iniciativa própria.