Última hora

Última hora

Os Pulitzer depois do 'efeito Weinstein'

Em leitura:

Os Pulitzer depois do 'efeito Weinstein'

Tamanho do texto Aa Aa

Jornalistas do New York Times e da New Yorker receberam o Prémio Pulitzer pela cobertura do caso Weinstein, em outubro do ano passado.

Jodi Kantor, Megan Twohey e Ronan Farrow foram distinguidos na categoria mais prestigiada, a do ‘jornalismo de serviço público'.

O primeiro artigo do New York Times sobre o assunto teve o efeito de uma bomba. No texto eram citados testemunhos de várias mulheres, que afirmavam que tinham sido assediadas pelo produtor de Hollywood-

A peça conta também a existência de um acordo entre Harvey Weinstein e Rose McGowan, mediante o qual o produtor pagou mais de 96 mil euros em troca do silêncio da atriz. Mais tarde, a McGowen garantiu que o caso de 1997 se tratou de uma violação.

Cinco dias depois da publicação do artigo do New York Times, a New Yorker publicou um artigo com novas acusações contra Harvey Weinstein.

Três mulheres, disseram ter sido violadas pelo produtor.

Em ambos artigos, Weinstein é descrito como um predador sexual, que abusava do seu poder e que chegou a contar com a cumplicidade de alguns colaboradores.

Denuncias em vários setores

Seguiram-se depois várias denúncias em diferentes setores de atividade, que fizeram cair dezenas de homens com poder no cinema, na política, na televisão e nos media.

Foi o caso do Republicano e candidato a governador do estado do Alabama, Roy Moore, acusado de agressões sexuais a menores.

O Washington Post foi o primeiro a publicar o testemunho de quatro mulheres, que se apresentaram como vítimas do antigo juiz ultraconservador.

O Post foi distinguido na categoria ‘jornalismo de investigação’, pela série de artigos sobre o antigo magistrado.

Outros premiados foram o fotógrafo Ryan Kelly, com a foto para o The Daily Progress, de Charlottesville, na Virgínia, do momento em que um carro atropelou várias pessoas que protestavam contra uma manifestação de supremacistas brancos. Era o último dia de trabalho do fotógrafo.

Os prémios Pulitzer distinguem o melhor jornalismo em jornais, revistas e sítios na Internet. Existem 14 categorias para reportagem, fotografia, crítica e comentário.

Os primeiros prémios de jornalismo foram atribuídos em 1917, incluindo um ao New York Tribune por um editorial sobre o primeiro aniversário do afundamento do navio Lusitânia por um submarino nazi.