Última hora

Última hora

Gibson não quer dar o último acorde

Em leitura:

Gibson não quer dar o último acorde

Tamanho do texto Aa Aa

A Gibson deu entrada a um pedido de proteção de credores, o denominado capítulo 11. Mas mítica de Nashville não quer ainda dar os últimos acordes

A empresa diz que tenta reorganizar os negócios e vende interesses em vários setores de atividade.

Tem dívidas bancárias superiors e 500 milhões de euros a vencer em julho.

A Gibson cresceu com a música do sonho americano. A primeira guitarra foi fabricada antes do início do século passado.

A empresa de Nashville vai vender vários negócios e focar-se apenas no fabrico de guitarras, tendo reconhecido que outros dos seus negócios estão presos no que definiu como um "ciclo vicioso."

Depois de milhões de dólares em operações para que a empresa se tornasse numa das maiores na tecnologia de som a nível mundial, a Gibson começou a acusar difculdades financeiras.