Última hora

Última hora

Oceanário de Lisboa celebra 20º aniversário

Em leitura:

Oceanário de Lisboa celebra 20º aniversário

Tamanho do texto Aa Aa

Em 1998 nadavam bebés, virtualmente, num dos aquários do recém inaugurado Oceanário de Lisboa, uma forma criativa de lançar aquela que viria a ser uma das atrações mais bem-sucedidas da EXPO 98, a última exposição mundial do séc. XX, até hoje.

O mote da exposição assentava-lhe como uma luva, "Os oceanos, um património para o futuro", e o Oceanário fez dele a sua bandeira:

"Se olharmos para a exposição, para os aquários em geral, são quase como um jardim. Quando o inauguramos eram muito bonitos mas um pouco artificiais e ao longo dos anos, se cuidarmos muito bem, como os jardins, tornam-se cada vez mais naturais, cada vez mais bonitos, os animais ficam com comportamentos cada vez mais parecidos com a natureza. Penso que hoje o oceanário, julgo que quem visita hoje o oceanário e quem visitou há 20 anos, julgo que encontra um ecossistema muito mais equilibrado, muito mais natural e consegue-se visualizar muito melhor o que são os oceanos", explica o Presidente Executivo do Oceanário, João Falcato.

O Oceanário de Lisboa recebe, anualmente, cerca de 1 milhão de visitantes. É, aliás, o equipamento cultural mais visitado de Portugal. Para além da exposição permanente, mais de 26 mil animais, de 500 espécies diferentes, oferece eventos temporários e atividades educativas.

Em 2015 a concessão do espaço passou para a âmbito da Fundação Oceano Azul, que tem por missão contribuir para um oceano produtivo e saudável em benefício do planeta.

No ano passado, o Oceanário de Lisboa foi considerado, pela segunda vez, não consecutiva, o melhor Aquarium do mundo pelo Traveler's Choice do site TripAdvisor.