Última hora

Última hora

A cada 10 minutos morre uma criança no Iémen

Em leitura:

A cada 10 minutos morre uma criança no Iémen

A cada 10 minutos morre uma criança no Iémen
Tamanho do texto Aa Aa

No Iémen, a cada dez minutos morre uma criança. 80% da população vive abaixo do limiar da pobreza e um em cada quatro menores sofre de desnutrição aguda.

Os 22 milhões de iemenitas vivem em carência, metade deles na cidade de Hodeida. Com os hospitais e as escolas destruídos, a recuperação do país será ainda mais difícil.

Os números divulgados pela diretora executiva da UNICEF, após ums visita de quatro dias ao Iémen, não enganam. o país é o palco da maior crise humanitária do mundo.

"Sem paz, não podemos ajudar estas crianças, não podemos ajudar as pessoas necessitadas e não haverá retorno dos meios de subsistência", afirmou a diretora executiva da UNICEF, Henrietta H. Fore, aos jornalistas, em Genebra.

O Iémen está em guerra desde 2015, quando a coligação árabe iniciou uma ofensiva militar contra os rebeldes "Huti" para devolver o poder ao governo em exílio. O encerramento do porto, que era a principal porta de entrada de alimentos e ajuda humanitária no país, veio agravar a crise no país.

Apesar de não serem pagos há dois anos, médicos, enfermeiros e parteiros continuam a ir trabalhar todos os dias. Tentam travar o surto de cólera, que atualmente é uma das maiores ameaças no Iémen.