Última hora

Última hora

Rapper espanhol alvo de mandado de extradição da Bélgica

Em leitura:

Rapper espanhol alvo de mandado de extradição da Bélgica

Rapper espanhol alvo de mandado de extradição da Bélgica
Tamanho do texto Aa Aa

O rapper espanhol Josep Miquel Arenas, mais conhecido como Valtònyc, procurou refúgio na Bélgica, depois de ter sido condenado, em Espanha, a três anos e meio de prisão, por crimes no âmbito da liberdade de expressão.

Diante da crise de legitimidade, só podem responder com repressão ou violência

Josep Miquel Arenas Rapper

O tribunal considerou-o culpado por glorificação do terrorismo, insultos à coroa de Espanha e ameaças às forças da ordem.

"Sofremos com a austeridade, com a corrupção política e a impunidade. Penso que até nos deviam agradecer por só fazermos canções, já que eles merecem muito mais", disse o artista à euronews.

A aguardar em liberdade a decisão sobre o mandado de detenção europeu, emitido pela justiça espanhola para as autoridades belgas, o rapper diz que há uma onda de repressão em Espanha, como atestam a penas de prisão, ou multas, para outros artistas e autores de blogues, nos últimos anos.

"As pessoas deixaram de votar, já não acreditam na justiça, não querem a monarquia. Diante da crise de legitimidade, só podem responder com repressão ou violência", acrescentou.

A organização de defesa dos direitos humanos Amnistia Internacional publicou um relatório onde revela preocupação com o estado da liberdade de expressão em Espanha.

Valtònyc diz que a provocação faz parte do seu trabalho e que não se arrepende de elogiar a organização terrorista ETA ou de insultar o rei de Espanha.

Numa das suas últimas músicas pediu " desculpa" mas aos animais "tais como ratos e porcos" por os ter "comparado a políticos e pessoas poderosas", garantindo que "isso não acontecerá novamente".