Última hora

Última hora

Oposição mantém pressão sobre o governo francês

Em leitura:

Oposição mantém pressão sobre o governo francês

Oposição mantém pressão sobre o governo francês
Tamanho do texto Aa Aa

"Se procuram o responsável, ele está aqui à vossa frente, A única pessoa responsável por este caso sou eu e só eu. Não se pode ser líder só quando as coisas correm bem e querer escapar nos momento difíceis."

"A única pessoa responsável por este caso sou eu e só eu"

Emmanuel Macron Presidente francês

Palavras duras do presidente francês que assume a responsabilidade no caso Benalla, já descrito como a pior crise desde que subiu ao poder. A oposição não poupa o presidente às críticas.

"Não basta dizer "sou responsável mas não sou responsável"; é a parte em que diz que o têm de vir buscar, porque está protegido pela Constituição. Isto é total impunidade", afirmou Ugo Bernalicis, deputado do partido La France Insoumise.

Para Marine Le Pen, deputada do partido Rassemblement National, "Emmanuel Macron é Presidente da República e não chefe de um bando de gangsters, por isso podemos apenas compreender uma coisa: que ele pode querer ser chamado a uma comissão de investigação", afirmou.

Perante as reações ao discurso do presidente, o porta-voz do governo apressou-se a prestar esclarecimentos.

"Quando ele diz que é responsável, foi ele que escolheu Alexandre Benalla, que Alexandre Benalla se juntasse às equipas do Eliseu. Acredito que o Presidente da República, ao dizê-lo, quer pôr fim àquilo que já dura há muito tempo, no seio do nosso país, que é termos uma república dos fusíveis. (ou seja: onde os responsáveis políticos se demitem mal acontece uma qualquer história) adiantou o porta-voz do governo Benjamin Griveaux.

O discurso do presidente quebrou o silêncio num caso que levou a oposição a acusar Macron de tentativa de encobrimento, acusação que o governo rejeita. O sliêncio do presidente originou uma queda na popularidade de Macron, de acordo com o resultado de várias sondagens.