This content is not available in your region

Polícia neozelandesa alarga investigações

Access to the comments Comentários
De  Joao Duarte Ferreira
Polícia neozelandesa alarga investigações

As investigações da polícia neozelandesa sobre o ataque da semana passada em Christchurch continuam.

As autoridades australianas efetuaram buscas em várias moradas uma vez que o autor do ataque é de nacionalidade australiana. A polícia neo-zelandesa confirmou que houve apenas uma pessoa envolvida no ataque. O objetico seria identificar possíveis cúmplices.

"Houve apenas um atacante responsável por isto. Isto não significa que não seja possível que haja outros que o tenham apoiado. Isso continua a ser uma parte muito, muito importante da nossa investigação", adiantou o comissário da polícia, Mike Bush.

Na capital neo-zelandesa, Christchurch, o processo de reconciliação com os eventos dos últimos dias continua.

O ataque da semana passada deixou marcas profundas em todos quantos estiveram envolvidos nas operações de socorro.

"Vi um rio de sangue a correr do interior da mesquita e isso é algo que não se esquece. Estava literalmente a correr pela tijoleira", diz Paul Bennett que trabalha nos serviços de emergência.

Esta segunda-feira, as autoridades acusaram um jovem de 18 anos de distribuir imagens do ataque através da internet.

O jovem foi detido na sexta-feira passada mas as autoridades rejeitam o envolvimento direto no ataque que resultou em meia centena de mortos.