This content is not available in your region

Primeiro-ministro iraquiano alvo de tentativa de assassinato

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira  com AFP, AP
Mustafa al-Kadhimi, Bagdade, Iraque
Mustafa al-Kadhimi, Bagdade, Iraque   -   Direitos de autor  Khalid Mohammed/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.   -  

O primeiro-ministro iraquiano diz ter sido alvo de uma tentativa de assassinato com recurso a drones armados que atacaram a sua residência, em Bagdade, na madrugada deste domingo.

Mustafa al-Kadhimi, que está no poder desde maio de 2020, não ficou ferido. Alguns dos seguranças do chefe do executivo ficaram mas sem gravidade. Al-kadhimi já reagiu ao atentado falando de um ataque "cobarde" mas que não matou ninguém e dizendo que as forças de segurança, que chama de "heroicas", e o exército "estão a trabalhar para proteger o Iraque e a sua estabilidade". O primeiro-ministro frisava que morteiros e drones cobardes não constroem o futuro dos países e acrescentava que estão a "trabalhar na construção da pátria, respeitando o Estado e as suas instituições e construindo um futuro melhor para todos os iraquianos".

A situação no país tem estado muito tensa, com as milícias, apoiadas pelo Irão, a recusarem-se aceitar os resultados das eleições legislativas do mês passado enquanto os partidos negoceiam a formação de coligações parlamentares, com base nos resultados preliminares do escrutínio.

Na sexta-feira, um protesto de apoiantes dos rebeldes, na chamada Zona Verde - o antigo centro administrativo e militar da capital iraquiana - acabou em tragédia. As forças de segurança utilizaram gás lacrimogéneo e munições reais, na troca de tiros um manifestante foi morto. Dezenas de efetivos das forças do Iraque foram feridos.

No sábado, e após o funeral do manifestante, apoiantes das milícias voltaram a protestar em Bagdade.