This content is not available in your region

Novo comando russo na Ucrânia

Access to the comments Comentários
De  euronews
Putin com Surovikin
Putin com Surovikin   -   Direitos de autor  Alexei Druzhinin/Sputnik   -  

Sergei Surovikin é o novo comandante geral das tropas russas na Ucrânia. O general está à frente da Força Aérea Russa e no verão tinha sido nomeado responsável pela operação militar no sul do território ucraniano.

Foi Surovikin quem também liderou as forças russas na Síria e que terá dado luz verde ao bombardeamento que destruiu grande parte de Aleppo.

O anúncio foi feito sem pompa durante a conferência de imprensa diária do Ministério russo da Defesa. Aconteceu horas depois da explosão na ponte que liga a Crimeia ao continente ucraniano. Precisamente no sul da Ucrânia, onde Kiev anunciou nos últimos dias ter recapturado mais de 300 quilómetros quadrados de território e cerca de uma dezena de cidades abaixo de Kherson.

Alerta em Zaporíjia

Às primeiras horas de sábado, a central nuclear de Zaporíjia voltou a ser atacada. A Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA)já veio dizer que "o reinício dos bombardeamentos, atingindo a única fonte de energia externa da central, é tremendamente irresponsável".

A linha de 750 quilovolts foi cortada por volta da 1 da manhã de sábado. Peritos do regulador europeu no terreno e o governo de Kiev falam de um ataque com drones russos. O Kremlin devolve a acusação. Confirma o ataque, mas diz que foi feito com mísseis disparados pelas tropas ucranianas.

Todos os seis reactores da central estão desligados mas ainda necessitam de electricidade para arrefecimento e outras funções de segurança. A reparação da linha danificada já começou e, de acordo com a AIEA, os geradores da central têm combustível suficiente para pelo menos 10 dias.