This content is not available in your region

Ucrânia confiante em trajetória de conquistas contra Moscovo

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskyy
Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskyy   -   Direitos de autor  AP/AP   -  

Apesar dos obstáculos, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskyy, espera que a trajetória de conquistas contra a Rússia continue.

O homólogo russo, Vladimir Putin, anunciou, por outro lado, que a mobilização militar terminará em breve e que as novas tropas começarão a chegar à linha da frente.

"Eles ainda têm pessoas para os seus ataques. Eles ainda têm a oportunidade de aterrorizar as nossas cidades, todos os europeus, de chantagear o mundo. Mas eles não têm hipótese. Porque a Ucrânia está a avançar", sublinhou Zelenskyy.

Em Kharkiv, no leste da Ucrânia, prestou-se homenagem a soldados mortos no campo de batalha, mas a guerra continuará a ceifar vidas.

Os EUA e a Alemanha vão fornecer, ainda este mês, à Ucrânia um sistema antiaéreo para neutralizar ataques russos.

Enquanto isso, o presidente da Bielorrússia classificou o Ocidente e a Ucrânia como uma "ameaça" para o país e pediu ajuda a Moscovo.

Alexander Lukashenko é acusado de cumplicidade com Vladimir Putin. Abriu a porta às tropas russas para tomarem posições em zonas junto à fronteira com a Ucrânia.

Do lado oposto, as tropas ucranianas continuam a preparar-se para o caso de uma agressão.