This content is not available in your region

Uma seleção das melhores exibições e eventos de arte na Europa

Uma seleção das melhores exibições e eventos de arte na Europa
De  Euronews

<h3>Huang Yong Ping no Grand Palais, Paris</h3> <p>A visão inquietante de Huang Yong Ping <a href="http://pt.euronews.com/2016/05/12/instalacao-de-huang-yong-ping-no-grand-palais-de-paris/">das fraturas da sociedade atual</a> está em destaque no <a href="http://www.grandpalais.fr/">Grand Palais</a> de Paris até 18 de junho. O espaço já recebeu artistas internacionais como Anselm Kiefer, Anish Kapoor e Daniel Buren. </p> <p><iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/sbp5TNPt_NQ" frameborder="0" allowfullscreen></iframe></p> <p><blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="en" dir="ltr">Biggest <a href="https://twitter.com/hashtag/artwork?src=hash">#artwork</a> you can see in Paris: <a href="https://twitter.com/hashtag/Monumenta2016?src=hash">#Monumenta2016</a> at <a href="https://twitter.com/GrandPalaisRmn">@GrandPalaisRmn</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/HuangYongPing?src=hash">#HuangYongPing</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/Empires?src=hash">#Empires</a>. <a href="https://twitter.com/cmacgm">@cmacgm</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/wowEffect?src=hash">#wowEffect</a> <a href="https://t.co/W1MKwTQ7Nd">pic.twitter.com/W1MKwTQ7Nd</a></p>— Cédric Mora (@CedricMora) <a href="https://twitter.com/CedricMora/status/736558922547515392">28 de maio de 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <h3>Mona Hatoum no Tate Modern, Londres</h3> <p>Em Londres, na galeria <a href="http://www.tate.org.uk/visit/tate-modern">Tate Modern</a>, Mona Hatoum expõe contradições e complexidades, criando uma visão desafiadora do mundo. <br /> Hatoum nasceu em Beirut em 1952, no seio de uma família palestiniana, e mudou-se para Inglaterra nos anos 70. A sua arte é feita de opostos como a beleza e o horror, o desejo e a repulsa, o medo e o fascínio. </p> <p><iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/Xs3DzydSKu8" frameborder="0" allowfullscreen></iframe></p> <h3> Louise Bourgeois, Museu Guggenheim, Bilbao</h3> <p>As celas de Louise Bourgeois estão em exibição no <a href="http://www.guggenheim-bilbao.es/">Museu Guggenheim</a>, em Bilbao, até dia 4 de setembro. <br /> Louise tinha 97 anos quando criou a última das 60 celas em 2008, dois anos antes de morrer. <br /> As obras de arte, que se situam entre a arquitetura e a escultura, são uma forma de autopsicanálise, que projeta o sofrimento das relações familiares da artista. </p> <p><iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/Fs9qTRS7_nw" frameborder="0" allowfullscreen></iframe></p> <h3>Bienal de Arquitetura de Veneza, Itália</h3> <p>Acordar consciências é o objetivo da 15a. <a href="http://www.labiennale.org/en/architecture/exhibition/15/">Bienal de Arquitetura de Veneza</a>, com o lema “Reporting from the front”. <br /> No programa deste ano encontram-se, entre outros projetos, um aeroporto para drones. No total participam 88 arquitetos de 37 países. <br /> A Bienal de Arquitetura decorre até dia 27 de novembro.</p>