UE dá ajuda de emergência de dois mil milhões de euros à Grécia

Access to the comments Comentários
De  Euronews
UE dá ajuda de emergência de dois mil milhões de euros à Grécia

<p>A “mini-cimeira” sobre a Grécia dominou a Cimeira Europeia. E mesmo garantindo que não foram tomadas decisões, os presidentes da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker e do Conselho Europeu, Donald Tusk, anunciaram que a União Europeia colocou à disposição da Atenas dois mil milhões de euros provenientes de fundos europeus não utilizados. <br /> De qualquer forma, Juncker garantiu que os fundos podem ser usados este ano,mas não para resolver as necessidades de tesouraria da Grécia. O luxemburguês explicou que deve ser utilizados para “reforçar os esforços para o crescimento e a coesão social”, sobretudo para fazer face ao elevado desemprego entre os jovens.</p> <p>Donald Tusk sublinhou que o encontro serviu para restabelecer a confiança. Além disso, o polaco afirmou que “a partir de hoje o nosso trabalho comum, as nossas negociações, o nosso trabalho em Bruxelas e Atenas vão ser mais fáceis”.</p> <p>Na conferência de imprensa final, a chanceler alemã garantiu que a Grécia deve cumprir à risca o que foi acordado em fevereiro na extensão do resgate.<br /> De qualquer forma, Merkel defende que Atenas é responsável pelas próprias reformas, “isto significa que o governo grego tem a possibilidade de substituir algumas reformas por outras, se tiverem o mesmo efeito.”</p> <p>O primeiro-ministro grego, que convocou o encontro à margem da cimeira europeia, saiu satisfeito de Bruxelas e aproveitou para esclarecer rumores fatalistas. Tsipras garantiu que “não existe um problema de liquidez a curto prazo na economia grega. As nossas obrigações com os cidadãos e credores estão totalmente garantidas. Além disso, os depósitos nos bancos gregos estão seguros”.</p> <p>O primeiro-ministro grego comprometeu-se ainda a apresentar novas reformas estruturais nos próximos dias. Já na segunda-feira Tsipras vai a Berlim para se encontrar com Merkel.</p>