This content is not available in your region
Segmento publicitário
‘Partner Content’ is used to describe brand content that is paid for and controlled by the advertiser rather than the Euronews editorial team. This content is produced by commercial departments and does not involve Euronews editorial staff or news journalists. The funding partner has control of the topics, content and final approval in collaboration with Euronews’ commercial production department.
Visit Petersburg

São Petersburgo oferece uma imensa variedade de atrações para todos os tipos de turismo

© St Petersburg
© St Petersburg   -   Direitos de autor  euronews

Os Word Travel Awards reconheceram novamente a cidade de São Petersburgo em 2021, desta vez como Melhor Destino de Património e Melhor City Break da Europa, após ter sido eleita como o melhor destino cultural em 2019 e 2020.

Com imagens mágicas de grandes palácios barrocos, cúpulas douradas e raiadas que parecem deliciosos doces e fontanários graciosos, há séculos que a cidade de São Petersburgo deixa os seus visitantes fascinados.

Conhecida como a capital cultural da Rússia, as suas vastas coleções de arte são reconhecidas em todo o mundo. As festividades das Noites Brancas da cidade, que decorrem durante o verão, altura em que o Sol mal se põe, atraem os melhores artistas locais e internacionais da música clássica, do ballet e da ópera.

Os meses de inverno também têm as suas atrações, como as festividades de Ano Novo e a decoração das ruas. Criado em 2016 e já considerado um dos festivais russos mais aguardados é o Wonder of Light de outono, quando as fachadas de edifícios emblemáticos se transformam numa tela para espetáculos de luz e som.

Visitar nunca foi tão fácil

Quer seja como city break antes de partir para outras cidades da Rússia ou como destino final, São Petersburgo tem vindo a ganhar o interesse dos turistas. Considerada um centro de transporte para viagens de avião, barco e comboio de alta velocidade, é a primeira cidade da Rússia a aderir ao programa internacional Safe Travels, certificação de conformidade com todas as normas de saúde e segurança definidas pelo WTTC.

Como parte desta iniciativa, os pontos turísticos que aderem às recomendações da OMT e da Organização Mundial da Saúde recebem um selo “Safe Travels SPB”, uma garantia de que os serviços prestados na cidade cumprem os requisitos internacionais e os regulamentos sanitários.

Outra medida para dinamizar o turismo é a introdução de um sistema de vistos eletrónicos, o que significa que os cidadãos de 52 países (incluindo a maior parte da Europa) podem entrar na Rússia sem complicações e permanecer até 16 dias.

Outras novas iniciativas de turismo incluem o plano unificado “Two Cities – A Million Impressions” (Duas Cidades – Um Milhão de Impressões), que traz a união de esforços de São Petersburgo e Moscovo na promoção de um calendário de eventos e atividades para destacar as principais atrações, museus e teatros de ambas as cidades, assim como a oferta gastronómica.

“Piter”, tal como os locais tratam esta cidade, também faz parte da rota do Colar de Prata, que percorre 11 das melhores e mais deslumbrantes cidades e regiões do nordeste da Rússia, englobando monumentos históricos e culturais, muitos dos quais presentes na lista do Património Mundial da UNESCO.

euronews
© St Petersburgeuronews

Uma diversidade de influências

O czar Pedro, o Grande, queria que esta cidade, o seu grande projeto, fosse uma porta de entrada para a Europa e muitas das suas ideias tiveram origem no trabalho e nas viagens que fez por outras cidades do continente.

Entre os muitos nomes pelos quais São Petersburgo é conhecida, há “Veneza do Norte”, pela sua rede de canais, e “Paris do Norte”, pelas suas largas avenidas e virtuosa arquitetura de estilo ocidental.

No seu centro geográfico encontram-se os estaleiros do Almirantado e os canais que destes se irradiam. Esta área é baseada no design urbano de Amsterdão, local onde Pedro, o Grande, passou a juventude e onde trabalhou como operário de estaleiro. É fácil reconhecer o edifício do Almirantado graças à série de colunas e ao elegante pináculo com um navio dourado na ponta, um dos emblemas da cidade.

Ali próximo encontra-se a Ilha Nova Holanda, construída em 1719, tornando-se mais tarde no primeiro porto militar da cidade. Nos tempos modernos não existe melhor sítio que realce a nova cara de São Petersburgo e um plano de desenvolvimento ambicioso transformou a ilha num ponto de encontro moderno repleto de lojas, restaurantes e jardins elegantes, assim como num centro criativo de galerias e estúdios inovadores.

euronews
© St Petersburgeuronews
euronews
© St Petersburgeuronews

Atrações artísticas e eclesiásticas

Contudo, a maioria dos visitantes são atraídos a São Petersburgo pelas suas obras de arte e esplendor arquitetónico. O Hermitage, o maior museu de arte do mundo, tem um lugar de destaque. Estima-se que se passássemos oito horas por dia neste museu, demoraríamos 15 anos a apreciar devidamente todas as exposições que tem para oferecer.

A maior parte da coleção encontra-se no Palácio de Inverno, um vasto e imponente edifício barroco, que serviu de residência para muitos imperadores ao longos dos anos. Situa-se na Praça do Palácio, em frente a outro espantoso edifício, o Palácio do Estado Maior, onde se encontram mais obras da coleção do Hermitage.

No entanto, para desfrutar da fascinante arte contemporânea, vale a pena sair do centro da cidade e visitar o museu Erarta, na Ilha Vasilyevsky, onde encontrará uma excelente perspetiva geral da arte russa dos últimos 50 anos.

E se alguma vez se interrogou onde é que poderia encontrar as deslumbrantes torres dignas de um filme da Disney que se tornaram um símbolo de São Petersburgo, dirija-se à Catedral do Sangue Derramado. Construída na viragem do século XX em estilo medieval romântico russo, foi erigida como um monumento em honra de Alexandre II, assassinado naquele local e cujo episódio deu origem ao nome sinistro da catedral.

euronews
© St Petersburgeuronews

Formas especializadas de turismo

É fácil passar duas semanas em São Petersburgo e continuar com locais por visitar. A infraestrutura da cidade está em constante adaptação ao afluxo de visitantes e às novas tendências. Um desses desenvolvimentos tem sido o crescimento do ecoturismo. Nunca foi tão fácil visitar as diversas reservas naturais de fauna e flora nas proximidades de São Petersburgo.

A cidade também é um importante centro para fazer negócios e estabelecer contactos, com excelentes instalações para o turismo MICE (congressos, incentivos, conferências e exposições). Entre os grandes eventos realizados ao longo do ano, destacam-se o Fórum Económico Internacional de São Petersburgo, o Fórum Cultural Internacional de São Petersburgo e o Fórum Jurídico Internacional de São Petersburgo.

A cidade atrai muitos viajantes pelo elevado nível de cuidados de saúde, aspeto que tem ganho popularidade na sequência da pandemia de COVID-19. A reabilitação pode resumir-se a desfrutar da brisa marítima do Golfo da Finlândia ou a visitar uma bania, uma sauna tradicional da Rússia com salas de vapor e piscinas de água gelada.

Outras pessoas procuram tirar o máximo partido dos tratamentos e especialistas de renome de São Petersburgo. Os programas de recuperação pós-COVID incluem balneoterapia, caminhada nórdica e baroterapia, que consiste na saturação dos pulmões com oxigénio, mas também existem imensas opções para os visitantes nas áreas de medicina dentária, cardiologia, cirurgia com recursos à alta tecnologia, ortopedia e reprodução assistida.

Muitas das vezes não existem estes tratamentos nos países de origem dos visitantes ou, quando existem, são extremamente caros. Contudo, estes aspetos acabam por ser secundários e o contexto tranquilo e vibrante oferecido pela cidade de São Petersburgo ganha um papel determinante.