Última hora

Última hora

"Amélie" apresenta cerimónia do Festival de Cinema de Cannes

Em leitura:

"Amélie" apresenta cerimónia do Festival de Cinema de Cannes

Tamanho do texto Aa Aa

A atriz francesa Audrey Tautou vai ser mestre de cerimónia do festival de Cannes que começa a 15 de Maio. A eterna “Amélie” acaba de voltar ao grande ecrã com dois filmes: “Thérèse Desqueyroux” e “A Espuma dos Dias”.

Ali Sheikholesiami, euronews:
Participou em grandes filmes de suspense, em comédias, histórias romanticas e, claro, Thérèse Desqueyroux é o dos grandes grandes dramas. Há algum género que enquadre melhor nas suas ambições e capacidades artisticas ou isso não é importante?

Audrey Tautou, atriz:
Não posso dizer que tenha preferências. Adoro histórias românticas, comédias, mas também gosto de filmes mais intensos, que nos dão outras coisas…uma reflexão mais intelectual, é apaixonante.

Ali Sheikholesiami, euronews:
Thérèse Desqueyroux é uma personagem difícil, complicada. Houve algum momento da personagem mais difícil de interpretar?

Audrey Tautou, atriz:
Claude Miller, o realizador do filme, e eu falámos muito sobre a personagem, para a descobrir. Acredito que interiorizei quem ela era antes de começarmos a gravar. Não houve mistério ou algo menos claro para mim. Por isso não achei que fosse difícil.

Uma mulher que quer decidir a própria vida, que para poder sair de um casamento e de uma burguesia hipócrita e cruel, acaba por fazer um ato imoral: vai tentar envenenar o marido, um instinto de sobrevivência, na verdade quase transgressivo.

Ali Sheikholesiami, euronews:
Tenho uma confissão a fazer-lhe: quando vejo a sua imagem, penso em Amelie e é difícil pensar em si enquanto Audrey. Gostava que olhasse para esse filme, há 12 anos. O que o tornou um clássico e essa personagem tão marcante?

Audrey Tautou, atriz:
Não sei, mas acredito que esse filme é um pequeno milagre. Há qualquer coisa que toca no coração das pessoas, de forma particularmente profunda, é indescritível. É um filme que soube tocar no coração de todo o mundo, independentemente da cultura ou nacionaldade. É estranho, mas não sei porquê.

Ali Sheikholesiami, euronews:
Acho que foi o início da internacionalização do seu sucesso. Concorda comigo?

Audrey Tautou, atriz:
Mostra uma cidade de Paris maravilhosa e é verdade que isso permitiu a parte do público descobrir Paris, França e um pouco de mim. Talvez seja por isso. Não é algo que tenha consciência, mas, de qualquer forma, fico feliz, muito orgulhosa de poder se uma embaixadora, uma das embaixadoras do cinema francês.

Ali Sheikholesiami, euronews:
Olhemos para a sua carreira internacional. Só participa em filmes de Hollywood muito de vez em quando. Porquê? Não acredito que não tenha propostas. Acredito que tenha muitas.

Audrey Tautou, atriz:
Não, não recebo muitas propostas, mas porque não estou muito presente nesse mercado. Têm atrizes extraordinárias, eu não falo muito bem o inglês, há muitas coisas que me deixam um pouco à margem. Mas de vez em quando, é verdade que são experiências que adoro e espero ter oportunidade de recomeçar. Mas não é uma obsessão para mim.

Ali Sheikholesiami, euronews:
Tem um catálogo muito interessante de filmes na sua carreira. Quando olha para trás, se tivesse que escolher dois ou três em que se divertiu mais, quais escolheria?

Audrey Tautou, atriz:
Diria “Amélie”, é certo, “Hors de Prix”, “Coco avant Chanel” e não posso deixar de pensar em “Dirty pretty things” que gravei com Steven Frears, por quem sou completamente apaixonada há dez anos. Disse-lhe isso ontem, ele sabe, foi uma experiência extraordinária, uma das mais belas experiências da minha vida.

Ali Sheikholesiami, euronews:
Fale-nos dos seus planos para o futuro. Quais são os seus grandes planos para o futuro?

Audrey Tautou, atriz:
Gosto de não fazer grandes previsões, mas tento concretizar pequenos projetos pessoais que não estão forçosamente ligados ao cinema. Além disso, há dois filmes em que participei que vão sair em França. Vou estar ocupada, vou apresentá-los. Além disso, há outras coisas, a minha vida, a família, os amigos.

————————————————————————————————————————————————————————————————-